sexta-feira, 29 de maio de 2009

Orion é lançado com sucesso

.
29/05/2009 16:33:07

Após dois simulados, que fazem parte de uma série de testes, o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou, com sucesso, na tarde de hoje, sexta-feira, 29 de maio, o foguete Orion.

O lançamento desse foguete é resultado de uma parceria entre Brasil e Alemanha. Teve como finalidade o treinamento de recursos humanos e a verificação dos meios operacionais do CLA, além do intercâmbio com o Centro Espacial Alemão (DLR) nos campos tecnológicos e científicos. As parcerias com países que possuem tecnologia de ponta na área aeroespacial trazem para o Brasil oportunidade ímpar de capacitar recursos humanos.

O Orion é um foguete de treinamento, desenvolvido pelo Centro Espacial Alemão (DLR), mono-estágio, não-guiado, estabilizado por empenas e lançado a partir de trilho. Consiste de um propulsor denominado Improved Orion, pesando 419 kg. O propulsor IO é carregado com propelente sólido (combustível sólido), com uma fase de decolagem de cinco segundos, e uma fase tipo cruzeiro com 21 segundos, totalizando 26 segundos de fase propulsada, o que permite alcançar uma altura máxima (apogeu) entre 95 km e 115 km. O Orion não levará carga útil científica. Apenas instrumentos para acompanhamento das Estações de Telemedidas, preparando assim os equipamentos para os próximos lançamentos.

Além do efetivo do CLA, este evento – batizado de Operação Maracati I - conta com a participação de técnicos estrangeiros (alemães e suecos), com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), com o envolvimento do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), apoio do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE/CTA) e ainda mobiliza outras organizações da Força Aérea Brasileira como os Esquadrões de Patrulha e de Evacuação Aeromédica. O nome Maracati I é uma alusão a uma Comunidade Quilombola localizada no Litoral Ocidental Maranhense.

Fonte: AEB

Atualização (17h13): segundo informações divulgadas pelo IAE, o voo transcorreu conforme a trajetória prevista, com apogeu de 93,7km e alcance de 80,9km.
.

9 comentários:

Pedro disse...

Olá Mileski, boa noite.

Deixo a você e aos outros amigos leitores como eu estes dois 'links'. Uma trata do Operação Maracati I que nos traz algumas informações a respeito dos novos sistemas do CLA que foram testados neste lançamento como o sistema de telemetria que agora são todos digitais e outras informações sobre a construção da nova plataforma do VLS que começa em junho deste ano, bem como uma noticia que não sabia que é a modernização das salas de controle de Alcantara.
http://imirante.globo.com/noticias
/pagina200640.shtml

Outro 'link'da empresa Omnisys que mostra (ao fim da página) parte de alguns dos sistemas que foram modernizados tanto em Alcantara quanto na Barreira do Inferno, p.ex. os radares de trajetografia.
http://www.omnisys.com.br
/bodyservicos.htm#5

Um grande abraço.

P.D.: Caro Mileski, está nos "devendo" [rs.rs. ;-) ] uma matéria sobre o desenvolvimento dos motores-foguete a propelente líquido no Brasil...

Andre Mileski disse...

Obrigado pelos links, Pedro. O processo de modernização do CLA não envolve apenas os radares de trajetografia e das salas de controle. Foi também instalado um novo radar meteorológico que está, inclusive, em testes. Em breve farei uma postagem a respeito.
Em relação à matéria sobre propulsores líquidos, você tem razão. Esse tema, e também outros que envolvem o CTA estão nos planos. Aguardem para breve. Abraço.

Pedro disse...

Obrigado pela resposta, Mileski.
Fico no aguardo de suas postagens.

Abraço.

Brazilian Space disse...

Olá Pedro!

Agradeço-lhe amigo pelas informações (modernização dos centros de lançamento) que venho buscando já a algum tempo sem sucesso. Aproveito para convidá-lo a visitar o meu blog, onde vc poderá ter acesso as informações sobre os motores a propulsão liquida enquanto aguardamos que o Mileski nos passe maiores informações. Inclusive tem lá uma concepção artística do motor L75 (Motor a Propulsão Líquida L-75 do IAE) que equipará futuramente o foguete VLS Alfa. Lá vc também encontrá informações sobre os motores L5 e L15 (Motores a Propelente Liquido no Brasil) com foto inclusive. Tá ok amigo, valeu mais uma vez.

OBS: Mileski, uma sugestão também seria vc postar algo sobre a TMI.

Abs

Duda Falcão

Pedro disse...

Não há de que, caro Duda!

Já visitei seu blog, muito bom e organizado, meus sinceros parabens. Espero que vc continue motivado e continue com suas postagens por lá!

Quanto aos motores a propelente líquido, por já conhecer os projetos já desenvolvidos, espero mais informações do estágio atual dos projetos, daí propus uma postagem sobre o tema ao Mileski, uma vez que creio que ele seja o único que poderia ter acesso mais facilmente a estas informações dado seu histórico como jornalista ligado ao tema junto ao CTA e demais orgãos envolvidos no Programa Espacial.

Um abraço.

Brazilian Space disse...

Obrigado Pedro!

É sempre bom ter o nosso trabalho reconhecido, faz com que a gente se sinta bem, né verdade?

Quanto ao que disse, estais com toda razão. Só lhe dei a dica porque imaginei que não tivesse qualquer informação sobre esses motores. Vamos sim aguardar a postagem do Mileski. Estou ansioso por alguma informação sobre eles e também sobre a TMI, que já esta bastante atrasada e correndo o risco de comprometer o vôo tecnológico do VLS em dezembro de 2010.

Um forte abraço

Duda Falcão

Raul(51) disse...

Brazilian Space.

Li seu texto no seu Blog sobre o motor L75 do IAE.

As imagens que você colheu na internet foram postadas pelo usuário DELTA22, que com minha autorização publicou as imagens do motor.

Eu colhi estas imagens em um antigo PDF (de 2005) que foi disponibilizado por uma organização do setor.

DELTA22 e eu (que utilizo o pseudônimo de 'Brasileiro') participamos do fórum Defesa Brasil, que foi onde postei inicialmente a imagem.

Você provavelmente retirou esta imagem do fórum Zona Militar (http://www.zonamilitar.com.ar/foros/showthread.php?t=10704&page=17).

Tenho outras imagens, se quiser me mande um e-mail.


abraços

Brazilian Space disse...

Olá Raul!

Valeu pela informação amigo e obrigado pelo intesse. Certamente que eu quero o material que possa me enviar. Envie para o e-mail:

brazilianspace@gmail.com

Mais uma vez obrigado e fico no aguardo de seu contato.

Abs

Duda Falcão

phobus disse...

O Brasil Nação Continental, deve fortalecer sua soberania com segurança,educação de qualidade e desenvolvimento tecnologico.Gostaria de saber quem fabrica os foguetes lançados pela India, Paquistão, China, Coreia do Norte e Irã?China,India e Japão já estão visando a Lua.O foguete lançado em Alcantara, a fuselagem é alemã e o motor dos E.U., qual a vantagem para a industria brasileira?Até parece piada de mal gosto os prazos e verbas para a area da defesa e espacial,para uma economia que é a 8a.do mundo.