quarta-feira, 3 de outubro de 2012

INPE, África e monitoramento por satélite


INPE ensina técnicos de Camboja e Bangladesh a monitorar florestas por satélites 

Quarta-feira, 03 de Outubro de 2012

Representantes da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estão em Belém (PA), no Centro Regional da Amazônia do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), participando de curso de capacitação em monitoramento de florestas por satélites. Os representantes da FAO, que atuam em Camboja e Bangladesh, pretendem adotar nesses países a mesma tecnologia criada pelo INPE para acompanhar as transformações na Amazônia. O curso se estende até o dia 11 de outubro.

Em Belém, o INPE ensina aos estrangeiros técnicas de sensoriamento remoto, o emprego das imagens de satélites e as funcionalidades do TerraAmazon, sistema desenvolvido pelo Instituto para seus programas de monitoramento, como o PRODES, que revela a taxa anual de desmatamento na Amazônia e é considerado o maior programa de acompanhamento de florestas do mundo.

Por meio de parceria com a FAO, o INPE realiza cursos de capacitação aos países interessados em avançar na vigilância de suas próprias florestas. A parceria permite ao INPE promover a capacitação técnica necessária ao monitoramento para REDD - Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação em Países em Desenvolvimento. Iniciativas como REDD somente poderão ser implantadas com sucesso se os países puderem medir e comprovar a veracidade de suas informações sobre florestas, como tem feito o Brasil, com os dados do INPE.

SPRING

Nesta semana, para profissionais da região amazônica, o INPE também promove em seu centro de Belém um curso sobre o SPRING, software livre de informação geográfica que é o mais utilizado no Brasil por pesquisadores e estudantes em universidades e instituições públicas e privadas. Este software do INPE, destinado a aplicações de sensoriamento remoto e mapeamento, possui mais de 160 mil usuários cadastrados - cerca de 25% desse total estão na Colômbia, Estados Unidos, Argentina, entre outros países.

Fonte: INPE
.

Um comentário:

Felipe Junior melo disse...

Muito bom dia,Sou do site rastreamentodecelular.net ,2 amigos meu me recomendaram o blog ta muito bom,detalhado,que blog diferenciado,muito bom mesmo,vou recomendar tb até...e esse aqui http://rastreadorgps.org/rastreamento_de_celular.html alguem sabe se é bom?quero usar na minha empresa,se alguem souber de alguma referencia!!