terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Roberto Amaral deve dar adeus à ACS

.
De acordo com as últimas informações recebidas pelo blog Panorama Espacial, Roberto Amaral, diretor-geral da ACS, deve deixar a binacional em breve. Seu adeus estaria pendente apenas da posse de Marco Antonio Raupp na Agência Espacial Brasileira (AEB), e de acertos para que assuma outra posição fora do setor de C&T.

Para alguns observadores, sua saída era de certo modo esperada, já que o partido ao qual Amaral é filiado (PSB) não controla mais o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), que agora está sob as égides de Aloisio Mercadante, do PT. As últimas notícias envolvendo a binacional - não início das obras, não integralização de capital e dificuldades no relacionamento com os ucranianos, entre outras - também não eram as mais animadoras, como noticiamos em janeiro (ver "Tensão na Alcântara Cyclone Space").

A saída de Amaral, que tem liderado a ACS desde a sua constituição em agosto de 2006, será provavelmente o estopim para outras mudanças na empresa.

Comenta-se também que seria do interesse do MCT (leia-se, Mercadante) que a AEB tivesse uma maior ingerência sobre a ACS. Atualmente, as duas organizações não tem qualquer relação de subordinação, ambas respondendo diretamente ao Ministério.
.

Um comentário:

O mar vivo da não existência disse...

Fez-se a luz na linha do equador!